8. O CORPO NO PÓS-HUMANISMO

Continuando com essa crescente busca por um super-humano capaz de superar todas as nossas limitações, temos também uma procura exacerbada pelo corpo ideal. Não basta mais ser humano, é preciso ser “perfeito”. Porém, o conceito de perfeição é moldado pela cultura e sociedade, e está sendo grandemente difundido pela tecnologia. É realmente um novo tipo de linguagem mediada pela imagem na sociedade do espetáculo (conceito de Guy Debord). Mas até onde há um limite por essa busca do transhumano? Será que, de alguma forma, não estamos deixando de ser humanos e nos tornando uma espécie de ciborgue (tanto nas modificações estéticas quanto nas intervenções tecnológicas)?

Untitled
Modelo que quer se parecer com boneca inflável 
Modelo ucraniana que fez diversas intervenções para se parecer com a boneca Barbie
Homem que quer se tornar o Ken
Filipino obcecado em se tornar o Super Homem
1
Pesquisador que desenvolveu um braço artificial controlado pelo pensamento

E então: quem dita o que é ético ou moral na sociedade tecnológica? Até que ponto uma intervenção no corpo pode ser boa ou ameaçadora?

(Imagem de Capa: Mística dos X-Men: mutante que pode assumir qualquer forma humana)

Advertisements

2 thoughts on “8. O CORPO NO PÓS-HUMANISMO

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s